Recesso não é retrocesso

Ainda que não tenhamos anunciado oficialmente nosso mais que merecido recesso, eu e o Diego continuamos à toda e na ativa. 2008 chegou cedo, chegou com força e com gostinho de muito trabalho pela frente. Enquanto meu parceiro está na CO.R, em São Paulo, ralando feito louco, eu estou em Fortaleza, tocando alguns projetos temporários até o dia 22 de fevereiro, quando retornarei a cidade (muito) grande. Daqui a baixo, falarei sobre minhas expectativas, meus projetos e minhas esperanças sobre o Logopéia e otras cositas.

1. Implementação de Planejamento [IP] – Até o dia 22 de Fevereiro, estarei trabalhando numa agência aqui em Fortaleza, mas fazendo um trabalho diferente. Numa oportunidade incrível, eu vou ter a oportunidade de realizar um trabalho de implementação das habilidades atuais de planejamento de comunicação numa agência que segue padrões muito diferentes dos modelos de desenvolvimento de comunicação mais avançados. Aqui, ainda não se trabalha lado a lado com as opiniões do consumidor, e as estratégias de mídia, de B2B e a criação imperam nas decisões estratégicas. É o modelo que funciona neste mercado (fora do eixo Rio-SP), mas, ao meu ver, o encaixe do planejamento pode potencializar a capacidade criativa e melhorar o desempenho da agência tanto na disputa de concorrências como na elaboração de estratégias melhores conceituadas. Veremos. Afinal, este querido blog me servirá de diário ao longo deste projeto.

 

2. Idéias 2008 – Bom, eu e o Diego voltaremos abordar questões mais aprofundadas com relação a comunicação e seus desdobramentos e intersecções acadêmicas. Ou melhor, tentaremos continuar, e num nível mais constante, a abordar conteúdos de psicologia, filosofia, sociologia, lingüística, estudos do comportamento do consumidor, planejamento de comunicação, entre outras competências, munidos de nossa visão crítica (e até meio ácida) para bombardear seja-o-que-for que 2008 nos reserve. Ou quem sabe até revisitar antigas discussões mal resolvidas. Ou apenas dar uma de chato mesmo.

3. Panorama 2007 – O ano passado foi, sem mais nem menos, do caralho. Muita coisa rolou, muitas discussões pegaram fogo, muito aconteceu e muito pouco gerou arrependimento. E estou falando tanto de nossos projetos como do mundo da comunicação. Fusões, concorrências, crescimento acelerado, estabilidade econômica, aumento do crédito, queda do dólar, alto nível de investimentos, sustentabilidade em voga: muita coisa se viu em 2007 e muitos desdobramentos ainda estão por vir. 2007 ainda não acabou.

Quem viver, verá o vão provindo das vis viagens por vir avante. Ou não. Quem sabe algo do tipo, assim, sei lá.

Rafael Lavor

2 Responses to “Recesso não é retrocesso”


  1. 1 cornakombi janeiro 21, 2008 às 2:55 am

    AAAAAh, muleke…

    que bom que tá dando tudo certo aí em cima. O trampo aqui da CO.R no centro tá muito bom também. Mas to ficando até meia-noite todo dia trabalhando.

    Mas isso, não é desculpa… vou tentar desenvolvee e postar uns pensamentos que eu já rascunhei um pouco. Vai falando o que tá rolando aí pq isso é legal pra caramba.

    falo,

    Diego Senise

  2. 2 cornakombi janeiro 29, 2008 às 2:21 pm

    putz rafa, só agora vejo seu post tão fofo – pra mim tb, conhecer vocie foi um super presente pessoal e pra CO.R,
    desejo um 2008 com vocie por perto, tudo igualzinho, quero dizer, melhor ainda porque a cada dia a gente ganha tanta coisa nova né? imagino que voce vai voltar dai muito diferente do que foi,
    mas quando voltar, ja sabe o caminho,
    beijos
    Ritz


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: