Conversa dos outros

Tem uma coisa que eu e o Rafa passamos a fazer bastante depois que a profissão nos levou a observar o comportamento humano. A gente ficou viciado em ouvir a conversa do outros. Isso mesmo. Descaradamente. Ao invés de sentar no banco mais distante possível das pessoas no ônibus ou na padaria, a gente senta no mais próximo pra tentar aproveitar alguns drops de “vida real” fora da mundinho publicitário.

Essas pequenas história do dia-a-dia são deliciosas. Por isso, a maioria dos cronistas usa este método para escrever seus textos: retirar do dia-a-dia um momento interessante e, a partir deste recorte, desenvolver uma história.

É impressionante como elas trazem todo tipo de conteúdo para quem está ouvindo: humor, poesia, sofrimento, reflexão e, por que não, algum insgiht para o nosso trabalho. Porque é com amigos, família e namorado que as pessoas se abrem, falam os sentimentos mais profundos e verdadeiros… não numa sala de pesquisa.

Bom, a partir de agora, traremos alguns destes momentos de observação aqui para o Logopéia.

Diego Senise

0 Responses to “Conversa dos outros”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: