Pesquisa on line: engajamento político

sou-consciente-mas-nao-participo

 

Ontem, diante da notícia esdrúxula sobre a proposta de isenção do rodízio para os advogados , tive a idéia de fazer um estudo on line do comportamento dos cidadãos paulistanos. 

Quero descobrir se o a questão do engajamento (reivindicação diante do legislativo) é algo que ainda depende de conscientização ou se é questão de oportunidade de comportamento, de as pessoas terem a chance de participar sem fazer muito esforço.

Seguindo como premissa teórica de Solomon sobre o comportamento, queremos descobrir se campanhas para que o cidadão participe mais da política devem se focar no nível da crença, do afeto ou desse “estalo” para o comportamento.

Um bom exemplo é a questão da doação de sangue: parece-me que não adianta fazer campanhas de conscientização… todos já sabem da importância… eles precisam ter a chance (sem muito esforço) de participar. 

A melhor estratégia seria, então, levar um caminhão para recolher sangue no lugar onde as pessoas estão (universidades, por exemplo). É só parar lá na frente, que aquela mesma pessoa que nunca saiu de casa para doar, possivelmente, vai fazê-lo se tiver tempo. Ela já estava predisposta. Suas crenças e afetos com relação ao assunto já eram positivos. Já estava num estado “latente” de doação, só faltava o estímulo.

 

 

 

 

atitude1 

 

Método: a idéia é pegar esse tema da isenção do rodízio para advogados: mandei e-mail para toda minha lista de e-mails estimulando as pessoas a encherem a caixa de e-mail dos vereadores com reclamações. O detalhe é que, no corpo do e-mail já estava uma lista com o e-mail de todos os vereadores prontos para serem copiados e colados. A pessoa não terá esforço nenhum além de escrever seu próprio e-mail pros vereadores. Não precisará pesquisar um por um nem entrar no site da câmara. Também twittei o assunto.

Mensuração: para chegar ao resultado da pesquisa, vou contar com a ajuda da vereadora Soninha Francine, que foi a única a me responder quando mandei minha reclamação para os vereadores. Os pontos calculados serão:

o aumento do número de e-mails recebidos por dia. Partiremos do número médio de e-mails que ela recebe e depois é só calcular o aumento. Como o e-mail da Soninha é um no meio da lista de todos os vereadores, podemos presumir que quando ela receber alguma mensagem, os outros também receberão.

 o aumento de pessoas te seguindo no twitterAtualmente são 890.

Para nos aproximarmos mais de um resultado preciso, pedi para a Soninha responder todos os e-mails que chegarem para ela sobre o tema, comunicando que as pessoas podem segui-la no Twitter. Como lá, ela escreve o que está rolando na Câmara, este seria mais um jeito de medir se as pessoas estão querendo que as informações políticas cheguem até elas sem muito esforço.

Prazo: começa hoje (quarta-feira, 03/12/08) e vai até sexta (sexta-feira, 05/12/08). Daí, fecharemos o resultado e publicaremos aqui.

É isso. Vamos ver no que dá.

Diego Senise

 

 

 

1 Response to “Pesquisa on line: engajamento político”


  1. 1 dragoni março 13, 2009 às 6:06 pm

    estaile, ela tem twitter. curti!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: