Periferia da Comunicação – Super Notícias

Ontem, eu e o Rafa resolvemos ir num evento chamado Periferia da Comunicação, realizado pelo Jornalirismo no Senac. Este post e o próximo mostram o que aconteceu de mais legal por lá. A primeira palestra foi de Lúcia Castro, editora executiva do jornal Super Notícias, de Belo Horizonte.

Super Notícia é um jornal popular em formato tablóide que circula nos arredores de MG e que cresceu 27% no ano passado, contra uma média nacional de 5%.

Lúcia acredita que o Super conseguiu ganhar mercado criando um novo público leitor – pessoas que não costumavam ler e passaram a ter esse hábito. Diferentemente de países europeus, o Brasil tem muita “gordura”  de não-leitores de jornal nas classes baixas para conquistar nos próximos anos.

super-noticias

O jornal não trabalha com sistema de assinatura; só é vendido em bancas e por ambulantes. Quase 80% do publico leitor é da classe B/C. A proposta é ser um jornal didático e mais dirigido à vida do leitor. Economia e política só aparecem no Super quando a notícia é diretamente relacionada ao dia-a-dia do leitor. “No dia que a pessoa quiser uma informação com conteúdo mais denso, ela vai migrar de jornal; vai ler a Folha ou o Estado.”

Além de ser focado em esporte e entretenimento, o Super atua de forma relevante na área de serviços. Para o leitor, o jornal virou uma referência de apoio. As pessoas ligam na redação do Super para contar tudo o que acontece no bairro delas.

“Já encontramos até pessoas desaparecidas. Eles esperam que o Super faça tudo por elas. Tem gente que liga antes para o Super e depois para o bombeiro ou prefeitura. (…) Eles querem ter familiaridade com o jornal. Querem ser reconhecidos e verem suas histórias contadas. É um jeito deles terem certa identificação com a sua comunidade.”

——————————————–

Update: esquecemos de algo importante: desde seu lançamento, o Super traz em sua capa uma mulher semi-nua, apelidada por eles de “A Pelada da Capa”. Considerando que a maioria do público lê o jornal indo para o trabalho, nada como um refresco para os olhos logo pela manhã. Nos finais de semana, para se adequar ao target (um pouco mais de senhoras e famílias), o jornal publica a pelada da capa com um pouco mais de roupa.

Diego Senise | Rafael Lavor

0 Responses to “Periferia da Comunicação – Super Notícias”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: